• Mudança ? Clarice Lispector

    sente-se em outra cadeira, no outro lado da mesa. mais tarde, mude de mesa. quando sair, procure andar pelo outro lado da rua. depois, mude de caminho, ande por outras ruas, calmamente, observando com atenção os luares por onde você pa. tome outros ônibus. mude por uns tempos o estilo das roupas. dê os seus sapatos velhos. procure andar descalço aluns dias.clique aqui para continuar lendo ...

    Clique aqui para continuar lendo.
Tudo é o Olhar - Clarice Lispector
Clarice lispectornão te amo maisestarei mentindo dizendo queainda te quero como sempre quistenho certeza quenada foi em vãosinto dentro de mim quevocê não sinifica nadanão poderia dizer mais quealimento um rande amorsinto cada vez mais quejá te esqueci!e jamais usarei a fraseeu te amo!sinto, mas tenho que dizer a verdadeé tarde demais...clarice lispectorvoltarreceba as atualizações do site diteto no seu email, clique aqui e inscreva-se!vitalves.com - textos e contextos, frases e fases

O Primeiro Beijo - Clarice Lispector
Os dois mais murmuravam que conversavam: ha pouco iniciara-se o namoro e ambos andavam tontos, era o amor. amor com o que vem junto: ciúme.- está bem, acredito que sou a sua primeira namorada, fico feliz com isso. mas me dia a verdade, só a verdade: você nunca beijou uma mulher antes de me beijar? ele foi simples:- sim, já beijei antes uma mulher.- quem era ela? peruntou com dor.ele tentou contar toscamente, não sabia como dizer.o ônibus da excursão subia lentamente a serra. ele, um

Pertencer - Clarice Lispector
Clarice lispectormesmo minhas alerias, como são solitárias às vezes. e uma aleria solitária pode se tornar patética. é como ficar com um presente todo embrulhado com papel enfeitado de presente nas mãos - e não ter a quem dizer: tome, é seu, abra-o! não querendo me ver em situações patéticas e, por uma espécie de contenção, evitando o tom de traédia, então raramente embrulho com papel de presente os meus sentimentos.clarice lispectorvoltarreceba as atualizações do site d

Clarice Lispector
Clarice lispectorestremeço de prazer por entre a novidade de usar palavras que formam intenso mataal. luto por conquistar mais profundamente a minha liberdade de sensações e pensamentos, sem nenhum sentido utilitário: sou sozinha, eu e minha liberdade.é tamanha a liberdade que pode esdalizar um primitivo, mas sei que não te esdalizas com a plenitude que consio e que é sem fronteiras perceptíveis.esta minha capacidade de viver o que é redondo e amplo - cerco-me por plantas carnà

A lucidez Perigosa - Clarice Lispector
Clarice lispectorestou sentindo uma clareza tão randeque me anula como pessoa atual e comum:é uma lucidez vazia, como explicar?im como um cálculo matemático perfeitodo qual, no entanto, não se precise.estou por im dizervendo claramente o vazio.e nem entendo aquilo que entendo:pois estou infinitamente maior que eu mesma,e não me alço.além do que:que faço dessa lucidez?sei também que esta minha lucidezpode-se tornar o inferno humano- já me aconteceu antes.clarice lispectorvolt

Há mometos - Clarice Lispector
Clarice lispectorhá momentos na vida em que sentimos tantoa falta de aluém que o que mais queremosé tirar esta pessoa de nossos sonhose abraçá-la.sonhe com aquilo que você quiser.seja o que você quer ser,porque você possui apenas uma vidae nela só se tem uma chancede fazer aquilo que se quer.tenha felicidade bastante para fazê-la doce.dificuldades para fazê-la forte.tristeza para fazê-la humana.e esperança suficiente para fazê-la feliz.as pessoas mais felizesnão têm as melhores

Ótima oferta - O Lustre de Clarice Lispector por R$10,00!
a história é contada como num joo de luzes e sombras. a cada parárafo permite-se apenas antever, de relance, a força sufote de tanto amor. trafea-se, a maior parte do tempo, pelo mundo interior da protaonista. r$10,00 

Homenagem à Clarice Lispector
Poema de Carlos Drummond de Andrade, Visão de Clarice Lispector, na voz de Jacqueline Laurence.

Rifa-se um coração - Clarice Lispector
rifa-se um coração quase novo. um coração idealista. um coração como poucos. um coração à moda antia. um coração moleque que insiste em prear peças no seu usuário. rifa-se um coração que na realidade está um pouco usado, meio calejado, muito machucado e que teima em alimentar sonhos e, cultivar ilusões. um pouco inconseqüente que nunca desiste de acreditar nas pessoas. um leviano e precipitado coração

Precisa-se ? Clarice Lispector
Sendo este um jornal por excelência, e por excelência dos precisa-se e oferece-se, vou por um anúncio em nerito: precisa-se de aluém homem ou mulher que ajude uma pessoa a ficar contente porque esta está tão contente que não pode ficar sozinha com a aleria, e precisa reparti-la. paa-se extraordinariamente bem: minuto por minuto paa-se com a própria aleria. é urente pois a aleria dessa pessoa é fuaz como estrelas cadentes, que até parece que